terça-feira, 17 de novembro de 2009

Pela fresta do Valle

Com muita vontade mas ainda sem coragem de voltar voltar.
Saudades de meus amigos daqui.
Não sei onde me perdi.
Custo a me encontrar.
Li, de uma quase xará, um texto forte e quente.
Me acendeu. Me animou.
Dei só um pulinho.
Saudades de mim.

Hoje é só assim.

8 comentários:

Mayrant Gallo disse...

Marie, fico feliz, muito feliz com seu retorno, ainda que breve. Um grande abraço, e muito obrigado por seu comentário, seu incentivo, suas palavras (que durante todo esse tempo fizeram muita falta), sua sensibilidade... Não demore a retornar de uma vez por todas. Torço por isso.

Bípede Falante disse...

Pode parar com essa conversa de que o retorno é só isso. Venha já para o seu blog. Venha que a gente tá pedindo, please...

Ana Paula disse...

bem-vindíssima de volta, minha querida!

beijos

Georgio Rios disse...

Amiga Maire, que bom que tenhas voltado. Sempre esperei por ler estas novas aqui!!!!Um grande abraço!!

Silvestre Gavinha disse...

Queridos todos vocês.
Que delícia de acolhida.
Muito obrigada.
Tento, tento.
Logo existo.
Espero.
Beijos

Claudinha disse...

Oba! Enfim notícias!Bem vinda ao mundo novamente!

Bípede Falante disse...

Marie, abra a porta. Vai ser bom...

Terráqueo disse...

Estou impressionado. Os seus textos são pessoais que se tornam universais.

Abraço,

Terráqueo