quarta-feira, 19 de março de 2008

Querer verbo intransigente

Em minhas entranhas, quero você dentro de mim. Teso!
Em minha cabeça, quero você perto de mim. Lúcido.
Em meu coração quero você leve, livre, solto, teu, tesão...
Teu tesão, independente da minha paixão
Acende um fogo e queima minha paz.
Arde em labaredas sinuosas
Insinuando-se em minhas artérias pudendas que
Sem pudor algum, pulsam teu nome e escorrem minha seiva de encontro ao teu Amor!
Teu cheiro me invade sempre depois.

3 comentários:

Alessandro Palmeira disse...

Um texto que recende a prazer. Muito bom. Abraços.

marilia disse...

TIAAAAAA... adoreiiii continua que agora quero ler todo dia hehehe
Beijuuuuuuu!!!

Mari disse...

Oi querida...já te disse mas é sempre bom registrar. Gostei é muito sensual.Bjs